Imagem: Pexels

A matéria do Jornal Nacional mostrou alguns casos reais em que a Inteligência Artificial já está sendo utilizada para beneficiar o trabalho de pessoas e empresas das mais diversas formas.

Quando a necessidade é resolver dúvidas sobre um produto ou serviço, basta perguntar ao assistente virtual para obter uma resposta rápida e objetiva. Isto facilita o trabalho dos consumidores e empresas, pois filtra apenas os trabalhos mais complexos para os atendentes.

Em um escritório de advocacia uma inteligência artificial foi treinada para fazer o cadastro dos mais de 6 mil processos mensais. Antes este trabalho consumia cerca de 15 minutos de um advogado para cada processo. Hoje este trabalho é realizado pela I.A. em apenas um segundo.

“O sistema de inteligência artificial, ele vai começar a auxiliar os profissionais na elaboração das peças repetitivas, deixando o advogado mais livre, mais liberado para pensar mais na estratégia processual”, explica Urbano Vitalino Neto, sócio do escritório de advocacia.

Outro exemplo prático é da Inteligência Artificial que foi treinada para encontrar o candidato certo para vaga certa. Basta o candidato preencher um formulário criado especificamente para essa finalidade que será analisado pela Inteligência Artificial e depois esses dados colhidos são interpretados e cruzados com os requisitos da vaga. Este procedimento não elimina o trabalho do recrutador, a I.A. faz apenas uma triagem inicial, reduzindo a quantidade de candidatos de centenas para pouco mais de 20.

“Nós começamos a receber várias pessoas com históricos diferentes do que a gente recebia normalmente. A gente começou a perceber que essas pessoas funcionavam muito melhor do que, aparentemente, você consegue só enxergar no currículo”, aponta Thaylan Toth, especialista em Recursos Humanos da Stone.

Fonte: G1