fbpx

Insurtech: o que é e exemplos das startups do mundo das seguradoras

Insurtech: o que é e exemplos das startups do mundo das seguradoras

27/04/2021 Corretora de Seguros 0

Insurtech é um dos termos mais recentes no mercado de seguros e está relacionado à inovação do mercado já tradicional através do uso de tecnologias disruptivas e que transformam a experiência de compra do cliente positivamente. A união das palavras em inglês “insurance”, que significa “seguro” e “technology”, que significa “tecnologia”, visa revolucionar a forma de executar processos que, em seguradoras e corretoras de seguros tradicionais, são burocráticos e extensos.

Cercado por estes processos tradicionalistas, há tempos vemos a necessidade do ramo de seguros se reinventar. O mercado tradicional de seguros tem uma tendência a ser lento e não ágil, portanto isso acaba por gerar oportunidades e pode ser até comprometedor a médio prazo. Ao se trabalhar em um segmento que envolve riscos, esse processo e “papelada” padrão ao se contratar um seguro se tornou um legado no mercado, mas é necessário quebrar estes paradigmas. É por isso que as insurtechs surgiram, para trazer inovações abruptas e  de escala para o mercado de seguros, seguradoras e corretoras de seguros, mostrando que é possível sim realizarmos operações seguras e mais ágeis tanto para a empresa, quanto para o cliente.

4 principais tipos de insurtechs

Marketplace e Comparação: funcionam como canais de distribuição onde, baseadas no comportamento de navegação e nas informações obtidas do usuário, apresentam uma “vitrine” de produtos que se encaixam dentro da sua necessidade.

Produto e Distribuição: estão na outra ponta entre o consumidor e as insuretechs da categoria de marketplace e comparação. Oferecem produtos e serviços inovadores e, por vezes, 100% novidade para aquele usuário.

Infraestrutura e Backend: são aquelas que constroem a base por trás das demais categorias de insurtechs, criando processos internos para agilizar a análise de risco e a venda, por exemplo.

Serviços Adicionais: por fim, mas não menos importante, a categoria de insuretechs direcionadas a oferta de serviços adicionais engloba aquelas startups que buscam encontrar novas alternativas para aprimorar a cadeia de produtos que as seguradoras já oferecem, descentralizando e “plataformizando” os processos.

A participação das insuretechs no mercado de seguros brasileiro

Uma pesquisa divulgada pelo Distrito Insuretech Report em 2020, apontou que quase 50% das startups do mercado de seguros existentes no Brasil, nasceram nos últimos quatro anos, o que mostra o quanto este mercado é novo e também como muitos estão percebendo a necessidade de mudança e inovação.

Neste movimento, o grande desafio está em conduzir novas regulamentações adaptadas para o novo comportamento do consumidor e da proposta de valor destas novas empresas que estão surgindo, oferecendo produtos que estejam o mais próximo possível do estilo de vida da pessoa, tornando a decisão de compra mais natural.

Quer pesquisar mais e entender como este mercado funciona na prática? Olha só alguns exemplos de insuretechs que estão revolucionando o mercado de seguros:

– Ciclic;

– Planetum;

– 020Bots;

– Komus;

– E é claro, a Ezok.

Somos uma insuretech voltada para a categoria de infraestrutura e backend, criando iniciativas e ferramentas capazes de otimizar processos internos e externos das corretoras de seguros. Quer conhecer melhor as nossas soluções? Clique aqui e entre em contato com o nosso time de especialistas!

Enviar Mensagem
Tire suas dúvidas!